Notícias dos Vereadores

Vereadora Eliene reivindica teste rápido para Covid-19 nas unidades de saúde de Raposa

Durante a sessão virtual realizada na última terça-feira (06), na Câmara Municipal de Raposa, a vereadora apresentou e conseguiu a aprovação por unanimidade de seus colegas, de um requerimento que propõe a aquisição, por parte da prefeitura da cidade, de testes rápidos do Covid-19 nas unidades de saúde do município.

De acordo com a parlamentar, tal proposição encontra respaldo na dramática situação em que se encontra o Planeta, por conta da elevada taxa de mortandade do coronavírus, uma pandemia que está deixando a Humanidade de joelhos e sem uma definição a curto prazo.

Ele afirma que o que se deve fizer no momento é utilizar todas as armas de defensa contra esse terrível mal.  “Vivemos um momento de pânico, um momento de terror e por isso, devemos redobrar nossos cuidados. Aqui em Raposa já foram verificados vários casos de óbitos e mais de uma dezena de infectados. Por isso é que estou solicitando  nossa prefeita Talita, que adquira esses testes rápidos. Ela vem sendo uma guerreira na luta contra o Covid-19, assim como nós da Câmara Municipal e outros setores da sociedade”, afirmou.

“É hora de cerrarmos fileiras contra esse poderoso e invisível inimigo, que vem dizimando parte da Humanidade em todos os continentes, independentemente de estratificação social. Todo cuidado é pouco e p teste é uma das armas que poderemos utilizar em nossa defesa”, disse a vereadora.

Vereadores de Raposa aprovam projeto que concede 100 por cento de adicional de insalubridade aos profissionais da área de saúde

Por unanimidade, os vereadores de Raposa, em sessão remota realizada na manhã desta quarta-feira (06), aprovaram o projeto de lei de autoria do presidente daquela casa parlamentar, Beka Rodrigues, que concede 100 por cento de adicional de insalubridade para médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e os demais profissionais que atuam na área de saúde, durante todo o período em que durar a pandemia do coronavírus.

A matéria foi bastante elogiada pelos demais membros daquele Poder e a vereadora Maria Eliene chegou a dizer que os profissionais do setor de saúde merecem até mesmo mais do que isso. “Nós estamos em casa, na quarentena, nos protegendo, enquanto eles estão na linha de frente, numa intensa e perigosa batalha para preservar a nossa saúde”, destacou a vereadora.

A Comissão que emitiu o parecer favorável à votação da matéria foi formada pelos vereadores Enoque, Laurivan e Maria Eliene. Por força de um acordo, o projeto foi votado em duas sessões no mesmo dia, para evitar o interstício. Beka Rodrigues argumentou que sua matéria foi inspirada num projeto semelhante, aprovado pela Câmara de São Luís, de autoria do vereador Gutemberg Araújo.

“É um projeto que se fundamenta tanto pela constitucionalidade como pela sensibilidade. Ele é constitucional porque não impõe, mas autoriza ao Poder Executivo arcar com tal despesa”. Quanto à sensibilidade, a situação atual do Planeta, do Brasil, do Maranhão e de Raposa, por conta do Coronavírus, fala por si só. Estamos atravessando uma das mais adversas situações. A Humanidade está em risco, assim como esteve quando das pandemias da Peste Negra, na Idade Média, da Varíola e da Gripe Espanhola, em 1918”, afirmou Beka Rodrigues.

Conforme Beka Rodrigues, os profissionais da área de saúde são autênticos heróis, que estão arriscando a própria vida no combate a um inimigo invisível, mas poderoso e muito letal. Em decorrência disso, ele afirma que eles merecem esse reconhecimento e outros tipos de apoio que a sociedade pode lhes conceder.

Subscreveram o projeto os vereadores Eliene, Laurivan, Ribamar, Magno, Wager, Enoque e Joaquim Souto.

CONTRATAÇÃO DE BOMBEIROS

Nesta mesma sessão, os vereadores aprovaram um projeto de lei encaminhado pela prefeita Talita Laci, em que ela solicitou a autorização da Câmara para a contratação, em caráter temporário de seis bombeiros civis, para integrarem os esforços de combate ao coronavírus. A contratação terá duração ao da pandemia e os bombeiros terão carga horária de 40 horas semanais e salário de R$ 1.045,00.

Desembargadores e juiz ministrarão palestras sobre eleições na Câmara Municipal de Raposa

Com uma temática que versa sobre regras das eleições deste ano, importância das Ouvidorias e Fak News, a Câmara Municipal de Raposa estará realizando, no próximo dia 6 de março, a partir das 9 horas da manhã, um painel de debates voltado para a classe política e para o eleitorado. O painel terá como palestrantes os desembargadores Tyrone José Silva, vice-presidente e atual corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), Bernardo Rodrigues, vice-presidente eleito do Tribunal de Justiça (TJ/MA), e primeiro ouvidor da justiça estadual e o juiz Gustavo Vilas Boas, corregedor da Justiça Eleitoral do Estado.

De iniciativa do presidente do Legislativo raposense, vereador Beka Rodrigues (PC do B), o evento objetiva levar esclarecimentos sobre o pleito municipal deste, através das regras adotadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mostrar a importância das ouvidorias no serviço público e também mostrar o que a Justiça Eleitoral elaborou como forma de combater as faks news nas eleições.

“Será um momento importante para a sociedade da Ilha, porque estão sendo convidados vereadores, demais autoridades e o eleitorado dos quatro municípios da Região Metropolitana. Na realidade, vai ser uma manhã de esclarecimentos. Nesse dia, também estaremos instalando a nossa Ouvidoria, instrumento de maior aproximação entre a população e a Câmara Municipal”, destacou Beka Rodrigues.

Ele disse que esteve mantendo contato pessoal com os dois desembargadores e o juiz, afirmando que todos os magistrados se mostraram bastante receptivos e entusiasmados com a realização do painel. “Esse, na realidade, é o nosso papel, o de  buscar esclarecimento sobre um momento tão importante para a nossa democracia, que é uma eleição”, disse Beka Rodrigues.

Beka Rodrigues visita comunidades prejudicadas pelas fortes chuvas

O forte temporal que se abateu sobre a cidade de Raposa, na tarde desta segunda-feira (6), deixou um rastro de sérios problemas para algumas comunidades, com casas alagadas e muitas ruas completamente inundadas. Em consequência dodrama sofrido por estes moradores, o presidente da Câmara Municipal, Beka Rodrigues, esteve visitando as ruas mais prejudicadas, principalmente a João Bragança, a 1 e a 2, que ficam localizadas na Vila Laci. Ele esteve acompanhado do vereador Jorge Ponte da Arlete.

Além de conversar com os moradores, Beka Rodrigues manteve conversação com o engenheiro responsável pelas obras de drenagem a pavimentação das referidas artérias, cuja empresa responsável é a Edeconcil. Ele buscou saber questões técnicas sobre as obras, tendo o engenheiro lhe informado que somente a drenagem da rua João Bragança  2 não é suficiente para receber o escoamento de água pluvial.

Disse o engenheiro que é necessário um trabalho de maior densidade na área. Outra questão reclamada pelos moradores é referente à área final das duas ruas que se encontra em desnível provocando o alagamento de praticamente todas casas por ocasião das chuvas.

Beka Rodrigues afirmou que está reivindicando a construção de um muro de contenção com o devido entulhamento da área como forma de resguardar as casas destes moradores.

Ao final da visita o presidente se comprometeu em falar com a prefeita  Talita Laci, com o objetivo de que seja encontrada uma solução para os problemas enfrentados por estas famílias, que continuam contabilizando grandes prejuízos materiais a cada forte chuva.

Ele assegurou ainda que  está propondo a realização de uma reunião entre vereadores, prefeitura,  construtora e a comunidade. Disse que esse encontro deve acontecer dentro dos próximos dias, para que sejam discutidos os problemas técnicos, a partir de uma exposição das famílias prejudicadas.

“A Câmara Municipal se sente na obrigação da mediar esse encontro, uma vez que ela é a caixa de ressonância da sociedade e não poderia ficar alheia a esse drama de uma significativa parcela dos raposenses, provocado por um desastre da natureza”, salientou.

Vereador Josevaldo reassume cadeira na Câmara de Raposa

O vereador Josevaldo Silva Trajano (PSDB), reassumiu, no último dia 2, sua cadeira na Câmara Municipal de Raposa. Ele havia se licenciado desde julho de 2018, para assumir o cargo de secretário chefe de Gabinete da prefeita Talyta Laci. Durante esse período, ele foi substituído pelo primeiro suplente da coligação, Jorge Ponte da Arlete.

Ele foi recepcionado pelo presidente da Casa, vereador Beka Rodrigues, que o saudou afirmando que:  “O Josevaldo é um grande companheiro, um excelente legislador. Com certeza deixou uma lacuna na Prefeitura, mas volta a somar conosco”, afirmou.

Já o vereador Josevaldo assinalou que está voltando para o aconchego  de sua casa, embora tenha saído da Prefeitura com saudade, uma vez que é amigo da prefeita Talita e de toda a equipe e demais funcionários.

Solenidade de entrega de medalhas na Câmara de Raposa repercute em toda Região Metropolitana

Ainda repercute, em todos os cantos da Região Metropolitana, o sucesso da solenidade organizada pela Câmara Municipal de Raposa, na noite da última sexta-feira (27), para a outorga da medalha do Mérito
Legislativo Antônio Pucal, em que cada vereador teve o direito a homenagear três destacadas figuras que tenham trabalho de elevado alcance pelo desenvolvimento do município.
De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Beka Rodrigues, a medalha Antônio Pucal é uma homenagem extremamente democrática, uma vez que contempla figuras dos mais variados níveis sociais.
“São professores, militares, líderes religiosos, pescadores, atletas e todos aqueles que se destacaram por ações em que se destacaram pelo desenvolvimento da cidade”, assinalou.
Disse ainda o presidente da Câmara, que a homenagem já faz parte do calendário cívico de Raposa, uma vez que toda a sociedade raposense esteve presente ao evento, que ele considerou de grande envergadura,por força do reconhecimento de quem realmente tem serviço prestado.
O advogado João Gabina, um dos homenageados e que é o atual procurador-geral do município, destacou a entrega da comenda como um ato apartidário, levando-se em conta que são contempla das pessoas das mais variadas estratificações sociais e de bandeiras políticas.
“É uma festa cívica, muito bonita e que só faz destacar a larga visão do presidente da Câmara Municipal”, disse Gabina. A vereadora Maria Eliene, também parabenizou o vereador Beka Rodrigues, que é o autor da propositura que criou a medalha Antônio Pucal.

“Estamos aqui, participando desse grandioso evento graças à visão do nosso presidente Beka Rodrigues, é uma festa muito bonita e de reconhecimento de quem realmente trabalha, de quem se dedica ao município”, acrescentou.


O vereador Jorge Ponte da Arlete, que estava se despedindo, também não poupou elogios ao sucesso do evento, destacando a iniciativa do presidente Beka Rodrigues e aproveitou para fazer um balanço de suas atividades em 2019.

RELAÇÃO DOS HOMENAGEADOS

VEREADOR BEKA: Francisco de Assis Vieira, João Gabina de Oliveira e Nelita de Lourdes Campos, Janeilton Viegas, Raimundo Assunção Neto, Ivanda Fonseca Silva, Udes Lemos da Cruz Filho.
VEREADORA ELIENE: Edna Soares Dias, Maria Francisca Reis Trindade e Eduardo Mota.
VEREADOR JOAQUIM: Jose Maria Braga, José Artur da Silva e Helben de Costa Barros.
VEREADORA ROSA: Maria Amélia Pinto Moreno e Bernardo Pereira da Cruz.
VEREADOR WAGNER: Edilson Veríssimo de Souza, Francisco Saldanha e Edilson de Jesus da Rocha.
VEREADOR JORGE: Graça Maria Lopes Rodrigues, Francisco Soares Reis e Amadeu Leocádio de Brito.
VEREADOR ENOQUE: Maria Eliene Sousa da Silva, Lavina Lisboa de Souza e Walter Pedro.
VEREADOR RIBAMAR: Fabrício de Sousa Oliveira e Soraia Maria Costa Rocha.
VEREADOR LAURIVAN: Pr. Jesimiel Amorim dos Santos, Herbert Batista Mendes da Silva e João Augusto Saulnier de Pierrelevêe Bragança Nascimento.
VEREADOR VONEI: Kleuber Francisco Lima Silva e Alonso de Jesus Chagas.