21 de outubro de 2021

Vereadores se engajam na luta contra despejo da comunidade do Cajueiro

Compartilhe:
Share on facebook
Share on whatsapp

O presidente da Câmara Municipal de Raposa, Beka Rodrigues (PC do B) e os seus colegas Elenildo Rocha e Magno da Colônia, se engajaram na luta contra a ação de despejo dos moradores do bairro Cajueiro, movida por uma pessoa que se intitula proprietária da área. Na última terça-feira (19), durante uma demorada reunião na localidade, Beka Rodrigues conclamou o prefeito Eudes Barros a fazer com que o Executivo cumpra seu papel constitucional e garanta a moradia daquelas pessoas.

“São mais de 100 famílias que vivem o desespero ante a possibilidade de serem despejadas. Pessoas que residem há pelo menos uma década. Nossa solicitação é para que a Prefeitura se integre nesse processo, até porque, constitucionalmente, a moradia é um direito de todos e dever do Estado. Nesse caso, o Estado aqui é a Prefeitura”, acentuou. Disse ainda que na Lei de Diretrizes Orçamentárias, existe dotação orçamentária para esse tipo de situação. O presidente da Câmara disse ainda que vai pedir o apoio da Defensoria Pública em defesa da comunidade.
O encontro foi mediado pelo líder comunitário Nilton Santos, que também explicou o problema daquela comunidade como sendo um caso que merece atenção redobrada por parte do Poder Público. “É um drama vivido por estas pessoas, que vislumbram, a qualquer momento serem despejadas de suas moradias. Temos que lutar contra isso”, acrescentou.

Paulo Júnior, que é Ouvidor da Câmara Municipal, conclamou todos a resistir quanto à investida do suposto proprietário e disse ser necessário que todos estejam unidos para equacionar o problema.
Por sua vez, o vereador Magno da Colônia destacou que a Câmara Municipal sempre está e estará atenta a situações como essa e que espera o apoio da Prefeitura de Raposa.

José Eliúde Braga, conhecido como Ryan e um dos mais antigos moradores de Cajueiro, agradeceu o apoio e todo o empenho dos vereadores Beka Rodrigues, Elenildo e Magno. “Eles são a nossa esperança e estamos aguardando também a ajuda do prefeito Eudes Barros”, revelou. Eulália Lúcia Santos, dona-de-casa que esteve atenta durante toda a reunião, asseverou acreditar que o empenho dos vereadores Beka, Elenildo e Magno acendeu a luza da esperança para os moradores.

Cristian Rocha, motorista desempregado, foi outro que se disse bastante otimista por conta do engajamento dos três vereadores no imbróglio . Disse que vendeu sua casa no interior do Estado para se estabelecer no Cajueiro, onde desenvolve ações sociais e que agora está correndo o risco de perder sua moradia.

Mais conteúdo

Posts relacionados

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support